Download Insurance Handbooks
We created these handbooks to help you identify the key points when considering a health insurance policy. They cover a wide range of topics from 'Choosing the right plan', to 'Maternity' and 'Pre-existing' conditions. Please enter your Email address to gain access to our full library.
Download Now  Email Address

SEGURO DE SAÚDE NA MALÁSIA



Logo após a independência da Malásia com a Grã-Bretanha em 1957, muitos malaios sofreram com a falta de cuidados médicos. As taxas de mortalidade eram altas, principalmente devido à malária, febre tifóide, infecções virais e falta de nutrição adequada. Esta situação foi mais comum em áreas rurais subdesenvolvidas que nunca haviam recebido atenção suficiente durante o colonialismo britânico. Em meados do século XX, estabelecimentos de saúde ocidental haviam sido estabelecidos apenas em áreas urbanas, onde a maioria dos cidadãos europeus que residiam na Malásia haviam escolhido para viver. O resultado desta legacia foi a impressionante desigualdade no acesso aos cuidados médicos em toda a Malásia. Cidadãos urbanos podiam ter acesso a serviços de qualidade para doenças complicadas enquanto residentes rurais morriam de doenças simples.

Logo após sua independência, a desigualdade social na Malásia foi acentuada pela escassez de profissionais médicos. Um grupo pequeno tinha formação superior de medicina, mas isso foi insuficiente para suportar um sistema de saúde médico independente. Além disso, a escassez de profissionais em todas as áreas enfraqueceu o sistema de saúde da Malásia como um todo.

Para combater esta situação, o governo na Malásia instituiu um programa chamado "Primeiro Plano Malaio'. De 1956 até 1960, este foi o esquema que distribuiu recursos do governo para formar e desenvolver profissionais de saúde eficaz. Este plano incluia ter escolas especificamente para a formação de médicos e paramédicos. Além disso, a expansão dos recursos de saúde para as zonas rurais se tornou uma prioriade.

Além destes objetivos, o plano visava como uma maneira de desenvolver uma infra-estrutura mais forte de saúde, incluindo hospitais, clínicas e centros de pesquisa.

Em 1963, a Malásia que conhecemos hoje foi criada. Seis anos após sua independência da Inglaterra, o país que até então tinha sido conhecido como "Malaya" se juntou com duas ex-colônias britânicas na ilha de Bornéu e a Federação da Malásia foi estabelecida.

Logo depois, o governo novamente reformulou idéias para melhorar os cuidados de saúde. "Sob o Primeiro Plano da Malásia", posto em prática em 1966-1970, estabeleceu novos postos de saúde em áreas rurais e dezenas de novos profissionais médicos foram treinados. Outra prioridade do plano foi a melhoria dos serviços públicos de saúde que ficaram disponíveis aos cidadãos de todo o país. Este esforço melhorou significativamente o desequilíbrio entre cuidados de saúde nas grandes cidades e no interior. Como um novo país, a Malásia estava desenvolvendo um sistema de cuidado médico que seria capaz de satisfazer as necessidades do seu povo. Devido a uma mudança demográfica e sócio-econômica, a Malásia instituiu um plano de desenvolvimento flexível de cuidados de saúde que podia acomodar os desafios de crescimento. No entanto, a Malásia ainda tinha um bom caminho a percorrer para atingir os padrões de cuidados de países desenvolvidos.

O Segundo e Terceiro Plano Malásia (realizadas em 1971-1975 e 1976-1980) foram os primeiros a instituir a idéia de planejamento familiar, que era um problema nas cidades e áreas rurais. O Segundo Plano Malásia estabeleceu um programa de desenvolvimento amplo de tratamento odontológico, e o Terceiro Plano Malásia instituiu construção de novos hospitais e renovação de estabelecimentos. Como no Primeiro Plano, o segundo e o terceiro plano (MP) também focavam em trazer saúde para as partes rurais do país onde era extremamente necessário.

Ao longo de 1980 e 1990, houve a implementação de um quarto, quinto e sexto plano Malaio, que visava expandir o ensino para o público geral. Cidadãos malaios tomaram conhecimento de práticas saudáveis e métodos de prevenção de doença. Em programas de consciência nacional, a população aprendeu como usar tecnologia médica básicas, aprendendo formais eficazes de saúde e métodos para tratar de doenças primárias. O objetivo do plano era de alcançar “saúde para todos até o ano 2000”.

Durante o sétimo MP (1996-2000), manteve a ênfase na educação de saúde pública. No entanto, com os avanços tecnológicos e uma constante mudança em infra-estrutura, o plano foi expandido para incluir televisões e internete, fazendo a informação mais acessível ao povo. Um sistema que trouxe ampla informação de referência enquanto ao mesmo tempo tentava promover carreiras na área médica e segurança domiciliar.

Desde a chegada do novo milênio, o oitavo e nono MP foram igualmente focados em tecnologia como uma ponte para a educação e mudança. Estes programas também tem trabalhado para reduzir sofrimento com as doenças, desenvolver capital humano, ampliar a disponibilidade dos serviços de saúde focada ao povo e igualar os serviços entre as zonas urbanas e rurais. Outro ponto primordial era de melhorar a capacidade de lidar com crises de saúde e de desastre. Em outras palavras, criar um sistema de saúde fortemente desenvolvido.

Sem a visão futurística do governo, o sistema de saúde da Malásia nunca alcançaria o patamar atual. Desde a criação do primeiro plano, a Malásia aumentou o número de clínicas de 26 para 1.919, ampliou postos de saúde de 16 para 895, aumentou hospitais e instituições médicas de 65 para 134, bem como hospitais particulares, 50 para 233.

Como um país recentemente desenvolvido, o sistema de saúde se desenvolveu de maneira mais rápida que paises com histórias modernas similares. No entanto, como um expatriado vivendo na Malásia, você vai achar o tratamento médico disponivel ainda deixa a desejar.

A Malásia tem recebido bastante investimentos em saúde vindo de empresas. Você vai descobrir que o padrão de tratamento pode até exceder as suas expectativas, mas por outro lado, os honorários médicos são frequentemente muito mais do que pagaria no seu país de origem. Mas a verdade é que muitas estatísticas dizem que estrangeiros ultimamente tem cada vez mais visitado a Malásia para receber tratamento médico onde os custos são relativamente mais baixos (7 classificado no gráfico BUPA com 8 sendo o custo mais baixo). A fim de ter certeza de que você pode pagar pelos cuidados de saúde que merece, não esqueça de obter um plano de seguro de saúde de qualidade antes de se mudar. Desta forma, estará certo de que se algo ocorrer a você e sua família, poderá receber os tratamentos sem se preocupar com os honorários posteriores exorbitantes.

Para saber mais sobre planos de saúde internacional na Malásia, contate os nossos especialistas de seguros no Pacific Prime International.

SOBRE A MALÁSIA

Nome Oficial: Malásia

Capital: Kuala Lumpur (a maior cidade também).

Localização: A Malásia está localizada no Sudeste Asiático e é composta de duas regiões geográficas. A Malásia Ocidental (ou península da Malásia) faz fronteira com a Tailândia ao norte e Singapura a sul. Malásia Oriental, localizado na costa norte da ilha de Bornéu no Mar da China Meridional, faz fronteira com a Indonésia do sul ao leste, e com Brunei, ao norte. Favoravelmente localizado para o comércio, as linhas da costa leste do Estreito de Malaca fazem desta a via mais movimentada do Sudoeste Asiático para comércio marítimo.

Tamanho: 329,750 km2

Clima e Topografia: A Malásia está situada perto do equador e tem um clima tropical. O tempo é geralmente quente e úmido, especialmente durante a estação das monções, que vai de outubro a fevereiro. A Malásia sofre com inundações, deslizamentos e incêndios florestais, bem como a ameaça de furacões e maremotos. Enquanto o terreno é predominantemente plano perto das praias e das costas, as áreas interiores incluem montanhas como o monte Kinabalu, na Malásia Oriental, que tem 4.101 metros, e é a montanha mais alta no Sudeste Asiático.

População: Estimada em mais de 24 milhões de pessoas em 2006.

Expectativa de vida: mais de 72 anos de idade.

Prevalência de HIV/AIDS: 0.4%

Doenças graves: Devido ao clima, a chance de contrair doenças podem ser elevadas. Tenham cautela com diarréia bacteriana, hepatite A, assim como a dengue e a malária. Como com qualquer país do sudeste da Ásia, não se esqueça de tomar as precauções necessárias para a imunização antes da viagem ou deslocamento, e tenha cuidado com a exposição da pele e do consumo, enquanto no país.

Grupos étnicos: 50% malaio, 23% chines, 11% indígena, 7% indianos e 8% outras raças.

Idiomas: O idioma oficial é o bahasa da Malásia. Inglês e outros dialetos, incluindo chinês cantonês, mandarim, Hokkien, Hakka, Hainan, Foochow-Tamil, Telugu, Malayalam, Panjabi e tailandês são todos falados no país. No leste da Malásia, várias línguas indígenas são faladas.

Religião: A religião oficial da Malásia é o Islã. 60% da população são muçulmanos praticantes. Cerca de 19% são budistas, 9% são cristãos, e 6% são hindus.

Governo: O governo da Malásia é uma monarquia constitucional. A Malásia tem sido governada pelo mesmo partido político, a Organização Nacional (UMNO) desde que ganhou a independência em 1957. Ao longo do tempo, o UMNO unificou com outras entidades políticas a fim de manter o seu poder. Ao aliar-se com outros partidos, o UMNO manteve a força dominante na política moderna da Malásia. Esta série de coalizões é conhecido como o "Barisan Nasional;" em Inglês, o "National Front." Na Malásia, o chefe de estado é conhecido como senhor absoluto, o rei ou sultão. Este título também serve como o chefe religioso da Malásia, que é de maioria muçulmana. O chefe de governo é o Primeiro-Ministro, que é escolhida entre a Câmara dos Representantes. O Governante principal é escolhido pelos governantes hereditários, que representam nove dos treze estados na Malásia. O Poder Legislativo é composto de um Senado e da Câmara dos Deputados. O Poder Judiciário é formado de acordo com a lei Britânica, uma legacia dos anos coloniais.

Militar: serviço militar não é obrigatório e a idade elegível é de 18 anos.

Economia: A Malásia é caracterizada como um país "recém-industrializado". Tendo se desenvolvido rapidamente desde a sua independência da Grã-Bretanha, a Malásia emergiu como um forte exportador de matérias-primas e produtor de bens, especialmente eletrônicos. Ainda no processo de recuperação da crise econômica que atingiu a Ásia no início desta década, a economia está crescendo forte contra vários revéses. Vários indicadores econômicos indicam o crescimento da economia da Malásia. O mais notável é que a moeda da Malásia, o ringgit, tem se valorizado desde que caiu diante ao dolar americano dois anos atrás. Além disso, o país continua a ser um local popular para os investimentos estrangeiros e o governo está instituindo medidas legislativas para o crescimento e expansão da indústria.

PIB: O PIB da Malásia é de USD $313,8 bilhões, com um de poder de compra per capita de USD $12.900.

For more information about Malaysia, or to receive a free comprehensive international health insurance quote, please contact one of our expert advisers today.

    • Os estabelecimentos de saúde pública da Malásia ainda não estão completamente desenvolvidos para atender às expectativas ocidentais. Como um expatriado mudando ou viajando para a malásia, é imporante ter uma cobertura de seguro internacional, que irá lhe dar tranquilidade para qualquer imprevisto. Saúde em hospitais estrangeiros podem ficar muito caro, mas ainda assim é a opção mais segura. Ter o conforto de um seguro médico no mundo inteiro fará sua estadia na Malásia, um país muito bonito e excitante, uma experiência única.


  • Dicas de Viagem na Malásia

    Tempo:
    O tempo na Malásia é quente e úmido, com temperaturas superiores a 30o C ou (86o F) durante o dia. A época das monções na região só é perceptível na costa leste da península. A estação chuvosa na costa oeste da península vai de setembro a dezembro. No Leste, a época das chuvas é entre outubro e fevereiro. Lembre de vestir confortavelmente para o calor.

    Doenças:
    Dengue: A dengue é transmitida por mosquitos, que geralmente se encontra durante o dia e é encontrada principalmente nas cidades.

    Os sintomas incluem febre, dor de cabeça, dores articulares, náuseas e vômitos. Uma erupção de pequenas manchas vermelhas as vezes aparece após o início da febre. Deverá contatar um médico o mais breve possível se há suspeitas. Não existe vacina, mas a doença pode ser evitada através do uso de repelente de insetos.

    Hepatite : Existem seis tipos de hepatite. Os sintomas podem incluir náuseas, vômitos, dor abdominal, febre, calafrios, dor de cabeça, fadiga, perda de apetite, dores musculares e icterícia.

    Alguns tipos de hepatite podem ser transmitido oralmente, enquanto alguns são transmitidos apenas através do contato de sangue. O tratamento para a hepatite é limitado ao repouso, beber muito líquido, alimentação leve e evitar alimentos gordurosos. Alguns tipos de hepatite podem ser grave, mas a maioria dos casos a recuperação é rápida. O pior tipo de hepatite é do tipo B, mas existe uma vacina.

    Malária: A malária é transmitida por mosquitos e em alguns casos pode ser fatal. A melhor maneira de evitar a malária é tomar medidas preventivas trazendo cápsulas de malária quando você viajar em uma área de alto risco. Os sintomas são febre, calafrios e suor, cefaléia, diarréia e dor abdominal. Se você teme ter contraído a malária, procure ajuda médica imediatamente.

    Se a assistência médica não está disponível, tome os comprimidos contra a malária. Antes de qualquer viagem, pergunte a um médico sobre a dosagem certa para você. Em termos de prevenção contra a malária, tente evitar picadas de mosquito em qualquer situação. Vista roupas de cor clara, que cubram os braços e pernas e não se esqueça de usar repelente de mosquitos que contenha DEET.

    Raiva : Esta é uma infecção viral que é transmitida através da saliva de um animal infectado. Se você entrar em contato com um animal durante as suas viagens, não se esqueça de lavar toda a mordidas ou arranhões imediatamente. Usar sabão e desinfetante e acompanhar a limpeza com tratamento médico para uma série de vacinas anti-virais.

    Respeito à Cultura :
    Tire os sapatos e cubra os braços e as pernas ao entrar em casas e locais de culto. Não aponte seu pé a alguém.
    Use sua mão direita para segurar o alimento e ao dar ou receber presentes ou dinheiro a uma pessoa da Malásia.

    Serviços de Saúde:
    A maioria das cidades têm clínicas privadas que podem prestar cuidados médicos. No entanto, é uma boa idéia obter um seguro de saúde médico internacional, porque a Malásia não tem acordos recíprocos de cuidados médicos com outros países. Prescrição pode ser obtida em farmácias e remédios tradicionais chineses estão disponíveis para doenças pequenas.

    Informações:
    Se você estiver viajando na Malásia e estiver perdido, procure por um oficial de polícia turístico. Policiais Turísticos vestem chapéis xadrez em forma de bandana, camisa azul escuro e calça e a letra L em um crachá no bolso de sua camisa.

    Horário de funcionamento:
    O expediente na Malásia é de 8 horas com meio período nos Sábados e com o Domingo para descanço. A Malásia tem um dia de trabalho de oito horas com sábado normalmente meio período e domingo de folga. Nos estados de Kelantan, Terengganu, e Kedah, sexta-feira é folga com quinta-feira com meio período. A maioria das lojas de departamento e supermercados estão abertas diariamente das 10 am até 10 pm.

    Gorjetas:
    Gorjetas: A gorjeta é um costume que vem sendo lentamente adotada do ocidente, mas não é esperado na maior parte da Malásia.

    Água:
    Geralmente é seguro beber água diretamente da torneira, mas é mais seguro para beber água fervida e as bebidas engarrafadas.

    Nós podemos oferecer planos de seguro de saúde internacional extensivos que darão a você e sua família a proteção da qualidade que merece durante sua estada na Malásia. Para mais informações sobre os planos que podemos oferecer, ou para receber um orçamento gratuito, por favor contate um dos nossos consultores especialistas hoje.

     

    Para obter mais informações sobre como viajar para a Malásia, o seguro de saúde internacional planos que nós podemos fornecer lá, ou para receber um orçamento gratuito, entre em contato conosco hoje.
 

For more information about Malaysia, the international health insurance plans that we can offer there, or to receive a free quote, please contact one of our expert advisers today.