Download Insurance Handbooks
We created these handbooks to help you identify the key points when considering a health insurance policy. They cover a wide range of topics from 'Choosing the right plan', to 'Maternity' and 'Pre-existing' conditions. Please enter your Email address to gain access to our full library.
Download Now  Email Address

Seguros de Saúde no Quênia



Durante os últimos 20 anos, o Quênia têm atravessado uma crise no setor de saúde. A expectativa de vida caiu de 57 em 1986 para 47 em 2000, e a mortalidade infantil aumentou de 6,2% em 1993 para 7,8% em 2003; mortalidade abaixo dos cinco anos de idade passou de 9,6% em 1993 para 11,4% em 2003. Além disso, o número de crianças com insuficiência de crescimento aumentou de 29% para 31% entre 1993 e 2003.

A saúde pública no Quênia é geralmente de baixa qualidade, devido a corrupção generalizada e recursos limitados. Empréstimos feitos para o país na década de 1980 por instituições financeiras internacionais como o FMI e o Banco Mundial foram tipicamente condicional, e vários pré-requisitos foram impostos, como o corte de despesas de orçamento. Como resultado, a saúde pública tem vindo a sofrer tremendamente. Até hoje, serviços tem menos suprimento e as taxas de utilização são cada vez mais comuns. Para agravar este problema, muitos profissionais médicos vão trabalhar no setor privado de saúde para uma remuneração melhor.

O governo administra o Fundo Nacional de Saúde que visa a prestação de cuidados de saúde a todos os quenianos. As contribuições são obrigatórias para todos os funcionários públicos. No entanto, o sistema é considerado mal administrado. Programas de contribuições não são suficientes para cobrir as despesas médicas e instalações, e muitos quenianos têm dificuldade em usar estes estabelecimentos médicos, que são escassos e distante.

Enquanto a saúde pública deteriora-se, os estabelecimentos de saúde particulares florescem. Sabe-se que na maioria dos países, o setor privado é o principal catalizador para inovação em serviços médicos e produtos, e o Quênia não é excessão. Não é preciso dizer que estrangeiros no Quênia usam as instalações particulares em oposição aos públicos, apesar dos custos serem significativamente mais elevados. Por este motivo, ter seguro de saúde no Quênia é essencial.

Nossos serviços podem fornecer seguros de saúde extensivo para expatriados e visitantes no Quênia. Com estes planos, você pode ter certeza de que vai ser coberto e com direito a usar os estabelecimentos médicos de mais alta qualidade. Os planos podem ser personalizados para atender suas necessidades e em muitos casos, podemos oferecer apólices de saúde internacional sem franquia. Além disso, os planos são globalmente portáteis e garantidamente renováveis para o resto da vida, assegurando que não importa o que ocorra, sempre terá a cobertura de que necessita.

Esses planos normalmente oferecem uma série de benefícios adicionais, incluindo a cobertura para o tratamento ambulatório, odontológicos, maternidade, remédios complementares, consultas especializadas, terapias alternativas e de evacuação de emergência (que é essencial ao excursionar no Quênia). Tudo isto lhe dará tranquilidade de que se algo ocorrer em qualquer parte do mundo, sempre terá a proteção que precisa.

SOBRE O QUÊNIA

A República do Quênia está localizada na África Oriental e é considerado por muitos como o "berço da humanidade". Sendo um destino de viagem exótica, o país oferece algumas das paisagens mais variadas do mundo que vão desde parques naturais magníficos, praias pitorescas, serras inesquecíveis, florestas densas até desertos vastos. Com um décimo do Quênia ocupado por parques nacionais e reservas de caça, milhares de turistas vêm para os safaris do país (que significa "viagem" em suaíli). O Quênia é a casa do "Big 5" – elefantes, leões, leopardos, búfalos e rinocerontes que são os animais mais populares de escoteiros durante os safaris. Se você optar em participar de um Safari, irá sem dúvida alguma aprender muito sobre estes animais.

Nome Oficial: República do Quênia

Capital: A capital do Quênia é Nairobi. Nairobi é também a maior cidade com uma população de mais de 2,5 milhões de pessoas.

Local: O Quênia situa-se na costa leste da África. Faz fronteira com a Etiópia ao norte, Somália ao leste, Tanzânia ao sul e Sudão ao Noroeste. O Oceano Índico está localizado no literal sudeste do país.

Tamanho: O Quênia é o 56º maior país em dimensão geográfica em todo o mundo ocupando 582.650km2.

Clima: O Quênia tem uma grande variedade de climas. As zonas costeiras são tipicamente quentes e úmidas enquanto as partes interiores tem condições de clima temperado. O norte e nordeste do páis são quentes e secos. Há duas estações de chuva no Quênia: abril a junho e de outubro a dezembro.

População: A população total é de 36.913.721 o que torna o país o 36ª maior do mundo.

Expectativa de vida no nascimento: O Quênia tem uma baixa esperança de vida ao nascer de 55,31 anos tornando-se a 184 ª expectativa de vida no mundo.

Doenças graves: Principais doenças no Quênia são bactérias e protozoários de diarréia, hepatite A, febre tifóide, malária e esquistossomose. 6,7% da população tem AIDS. Esta é a 17o maior taxa prevalente no mundo.

Idiomas: O Quênia tem duas línguas oficiais: Inglês e Kiswahili. Há também numerosas línguas indígenas e dialetos utilizados. A taxa de alfabetização (aqueles que sabem ler ou escrever) para cidadãos maiores de 15 anos é de 85,1%.

Religião: As principais religiões são protestante (45%), católicos (33%), muçulmano (10%) e crenças indígenas (10%).

Governo: O Quênia é uma república democrática onde o presidente é tanto o chefe de Estado como de Governo.

Chefe de Estado: O atual chefe de estado é o Presidente Mwai Kibaki.

Chefe de Governo : O atual chefe de governo é também o presidente Mwai Kibaki.

Economia : O Quênia é o polo de comércio e financas da África Oriental, mas a economia tem sido travada pela corrupção e a dependência de vários bens primários, cujos preços se mantiveram baixos. Renda per capita é de US $1,200. As principais indústrias são derivados de petróleo, grãos, moagem de açucar, cimento, cerveja, refrigerantes, têxtil, montagem de veículos, fabricação de papel e lâmpadas, e de turismo.

PIB: O PIB do Quênia em PPC (paridade de poder de compra) é de US $ 57,65 bilhões dólares e o PIB oficial de 29,5 bilhões dólares em 2007, o que equivale a um PIB per capita de R $ 1.600. O crescimento real do PIB para 2007 foi de 6,3%.

  • DICAS DE VIAJEM NO QUÊNIA

    Ao viajar ou se mudar para um novo país, é útil estar conciente das leis e costumes locais bem como de qualquer possível área de perigo. O Quênia é um país de baixa renda e com falta de alimentos, e como resultado, o crime e a pobreza são mais elevados do que em muitos países desenvolvidos. Isto é mais comum nas favelas da cidade e outras zonas desfavorecidas, que normalmente não são visitadas por estrangeiros.

    As informações contidas neste documento destina-se apenas como referência e podem estar sujeitas à alterações sem aviso prévio. Para informações mais atualizadas, aconselhamos que procure um especialista.

    É necessário tirar visto para entrar no Quênia para visitates de outros países, e geralmente pode ser obtido na chegada ao país com uma taxa de $50. Favor verifique com o “Quênia Alto Comissariado” para ver se o seu passaporte precisa de um visto de entrada no país no seguinte endereço: http://www.kenyahighcommission.net/visas.html

    Você é obrigado a ter pelo menos três meses de validade no seu passaporte para entrar no Quênia.

    A maioria dos visitantes que desejam dirigir no Quênia são exigidos uma carteira de habilitação (condução) internacional, que é facilmente obtida através dos departamentos de direção do seu país de origem. Algumas licenças de habilitação estrangeira, como por exemplo as do Reino Unido, são válidas para condução no Quênia. Favor notar que as condições das estradas no país são ruins e é aconselhável que evite dirigir de noite.

    Existe um alto nível de ameaça de terrorismo no Quênia. Os ataques podem almejar lugares freqüentados por viajantes ou turistas.

    Dois meses após a contestada eleição presidencial do país no final de 2007, o país experenciou um grande tumulto de violência e protestos que deslocou diversas comunidades. Em 28 de fevereiro de 2008, o presidente Kibaki e o líder da oposição Odinga assinaram um acordo de partilhação do poder que deu um fim a esta caótica situação, mas o país continua a estar instável e tenso no momento.

    Em 2007, os problemas mais comuns em que estrangeiros necessitam de assistência consular são para passaportes roubados, condenações por crimes, mortes (a maioria de causa natural) e acidente rodoviários.

    Assaltos e ataques de gangues podem occorrer a qualquer hora do dia. Houve uma série de ataques armados em áreas remotas de campos de golfe. É aconselhável ficar em hotéis e pousadas com cercas de segurança a todos os momentos.

    É altamente recomendável a obtenção de seguro médico extensivo quando estiver no Quênia. As instalações médicas são escassas em muitas áreas do país e por isso é bom ter um plano de seguro que inclui a evacuação de emergência médica. Também não se esqueça de verificar os detalhes do seu plano para qualquer exclusões, de modo que possa ter certeza que está coberto para todas as atividades que deseja participar.

    Para obter mais informações sobre viagens para o Quênia, seguro de saúde internacional e planos que nós podemos fornecer lá, ou para receber um orçamento gratuito, entre em contato conosco hoje.

 

For more information about Kenya, the international health insurance plans that we can offer there, or to receive a free quote, please contact one of our expert advisers today.