Download Insurance Handbooks
We created these handbooks to help you identify the key points when considering a health insurance policy. They cover a wide range of topics from 'Choosing the right plan', to 'Maternity' and 'Pre-existing' conditions. Please enter your Email address to gain access to our full library.
Download Now  Email Address

  SEGUROS DE SAÚDE NA JORDÂNIA



Desde 1999, o Reino da Jordânia tem reconstruido a sua economia numa tentativa de estabelecer-se como um país de primeiro mundo. Esta remodelação provocou uma série de mudanças que ainda estão em andamento e ajudou a população do país a alcançar um patamar de vida nunca visto antes. Um setor que se beneficiou enormemente a partir desta revitalização da economia foi o setor de saúde.

A Jordânia gasta aproximadamente $ 325 milhões, ou 9% do PIB total do país em cuidados de saúde e serviços médicos. Destes, aproximadamente $168 milhões de dólares são gastos pelo governo em saúde pública impulsionando o crescimento do sistema de saúde pública no país e contribuindo para o desenvolvimento de hospitais e clínicas em áreas que anteriormente não continham serviços médicos.

Porém isso não quer dizer que o padrão de tratamento para estas instalações públicas seja alta, apenas que as opções de tratamento existem em áreas onde anteriormente não existiam. Apesar da baixa qualidade de atendimento e poucas opções em muitas partes do país, a Jordânia tem colocado grande ênfase no desenvolvimento de cuidados de saúde na capital do país, Amã. O governo jordaniano se encontra no meio de um projeto destinado a tornar o país o centro médico do Oriente Médio, e se espelha em países como a Tailândia (a capital do turismo médico do mundo), que tem desenvolvido a sua indústria de saúde. A Jordânia fez grandes avanços em seu esforço para fornecer serviços de vôo superior e instalações médicas.

Apesar de tudo isto, permanece o fato de que a qualidade do atendimento em vários hospitais públicos e clínicas na Jordânia é lamentavelmente baixo. Instituições privadas de saúde tem contribuído para cobrir as carências no sistema público e é por causa das instituições privadas que a Jordânia é uma líder mundial em cirurgia cardiovascular, transplantes de rim, cirurgia laparoscópica e cirurgia plástica. Essas instituições porém, são exorbitantemente caras para muitos cidadãos jordanianos, e a meta atual do governo jordaniano é de fazer reformas para diminuir a média dos custos no setor de saúde.

Porém estas reformas podem ser uma faca de dois gumes, pois a regulação dos preços dos hospitais faria com que muitas das instalações privadas de alto nível não teriam os rendimentos que necessitam para se manterem na venguarda. Porém, no momento, não só a população local tem dificuldade de arcar com os preços, mas também os estrangeiros estão lutando para cobrir os custos dos cuidados de saúde por conta própria.

Apesar dos elevados custos dos melhores hospitais e clínicas do país, a Jordânia provou que tem muito a oferecer em termos de serviços de saúde. Com vários hospitais em construção, a Jordânia quer provar ao mundo que está se preparando para a próxima geração de tecnologia médica, não só cobrindo as necessidades dos seus próprios cidadãos, mas a de todo o Oriente Médio também.

SOBRE A JORDÂNIA

A Jordânia está passando por um boom econômico e está tentando redefinir a maneira em que é vista pelo resto do mundo. Como consequência, cada vez mais estrangeiros estão viajando ou se mudando de maneira permanente. Para ajudar a melhor entender o país antes de chegar, temos algumas informações gerais sobre o Reino da Jordânia.

As Informações contida nesta página destinam-se apenas como referência e está sujeita a mudança sem aviso prévio. Para obter informação mais atualizada sobre o Reino da Jordânia, por favor consulte um especialista.

Nome Oficial: Oficialmente designado do Reino Hachemita da Jordânia, o país também é conhecido simplesmente como a Jordânia. Jordãos irão referir ao reinado como Al Mamlakah et al Urduniyah do Hashimiyah ou Urdun Al na forma simplificada. De 1920-1946 o país foi chamado de Transjordânia.

Capital: A capital da Jordânia é Amã.

Local : Jordânia está localizada no Oriente Médio e tem fronteiras terrestres com a Arábia Saudita, Israel e Síria. A Jordânia também faz fronteiras com a Cisjordânia e Colinas de Golã, no entanto pode não ser possível a passagem da fronteira nestes locais. O país também está localizado nas margens do Mar Morto e no Golfo de Akaba.

Tamanho: Jordânia tem uma área total de 92.300 km2. Em termos comparativos, isto significa que a nação é ligeiramente menor do que o estado americano de Indiana.

Clima: O clima na Jordânia é árido. Há uma época de chuvas na parte ocidental do país. De novembro a abril a paisagem no oriente é mais desértica, e como consequência com pouca precipitação pluviométrica.

População: A Jordânia tem uma população total estimada em 6.053.193 o que significa que ela está classificada em 104º no mundo. O país também é uma das menos povoadas no mundo, na 107ª colocação.

Expectativa de vida no nascimento: A população da Jordânia tem uma expectativa de vida média de 78,55. Os homens têm uma expectativa de cerca de 76,04 anos, enquanto mulheres geralmente vivem por volta de 81,22 anos de idade.

Prevalência de HIV / AIDS: Estima-se que apenas 600 pessoas no Reino da Jordânia estão vivendo com HIV / Aids. Este valor é igual a menos de 0,1% do total da população e pode ser atribuído ao controlo rigoroso usado pelo governo jordaniano para limitar a exposição à doença.

Doenças graves: Há uma série de ameaças à saúde na Jordânia. Hepatite, principalmente a hepatite B é comum em todo o país e pode ser facilmente transmitida através do contato com sangue infectado ou fluidos corporais. Tifóide é também uma grande ameaça à saúde que são complicações de desidratação.

Grupos Étnicos: Jordânia tem uma sociedade bastante homogênea, com 98% da população tendo etnia árabe. Os restantes 2% da população está dividida entre os indivíduos de ascendência armênia e circassian.

Idiomas: árabe é a língua oficial, no entanto o Inglês é falado em todo o país, principalmente pela classe média.

Religião: A maioria da população da Jordânia se considera muçulmano sunita. O cristianismo é praticado por aproximadamente 6% da população (principalmente igrejas ortodoxas dos Balcãs, no entanto paróquias católicas e protestantes podem ser encontradas). 2% da população pratica alguma religião não tão influente (não muçulmanos xiitas e drusos).

Governo: O Reino da Jordânia é uma monarquia constitucional. Como conseguinte, o rei é o chefe de Estado e é o aprovador final de qualquer nova legislação. No entanto, o rei pode ser substituído se 2/3 da votação da assembleia nacional decidir em favor da decisão (a favor ou contra). A Assembléia Nacional é constituída por duas casas e todos os assentos são impugnadas em eleições democráticas. A Jordânia tem o sufrágio (eleição) universal.

Chefe de Estado: O chefe de estado jordaniano é rei Abdullah II. O príncipe Hussein é o legítimo herdeiro do trono, e primeiro na linha de sucessão.

Chefe de Governo: Primeiro-ministro Marouf al-Bakht é o chefe do governo.

Militarmento: A Jordânia possui uma força considerável formada de um exército, força aérea e marinha. Alistamento militar para homens com 18 anos foi abolido em 1999. Entretanto todos os homens com idade inferior a 37 ainda são necessários registrar com as Forças Armadas. As mulheres não são elegíveis para o serviço de combate, porém elas podem alistar nas forças armadas da Jordânia e realizar tarefas pacíficas. O país gasta atualmente cerca de 8,6% do PIB total do militar.

Economia : A economia jordaniana é limitada de maneira diferente do resto do Oriente Médio. A Jordânia não possue os recursos naturais importantes, tais como petróleo, gás natural ou água. Grande parte do país vive na pobreza, e problemas como a alta inflação e desemprego tem servido apenas para antagonizar os problemas que são herdados pela economia do país. Desde 1999, o governo da Jordânia e o rei Abdullah instituíram uma série de extensas reformas econômicas que fez com que suas dívidas externas diminuíssem e os padrões de vida aumentassem dramaticamente. Com isso, o país tem desfrutado de um aumento nos investimentos estrangerios e interesses sobre o país.

PIB: A Jordânia tem um PPC (paridade de poder de compra) de USD $30,3 bilhões e um PIB real de USD $12,53 bilhões dólares. A Jordânia tem o 97º maior PIB do mundo segundo a FMI.

A Jordânia atualmente pode ser capaz de oferecer-lhe serviços de alta qualidade, mas tem um custo alto e muitas vezes não acessíveis. A única maneira de realmente proteger a si e seus familiares enquanto estiver no exterior é de adquirir um plano de seguro de saúde de qualidade internacional. Nós podemos oferecer planos de seguro de saúde a nível mundial para expatriados na Jordânia, que lhe oferecerá uma série de benefícios em todo o mundo, sendo globalmente portáteis e renovavelmente garantidos para a vida. Isto significa que não importa o que ocorra, se precisar se mudar ou sair da Jordânia, a saúde de você e sua família sempre estará em boas mãos.

    • Uma das principais preocupações que muitos estrangeiros em relação em mudar-se para a Jordânia é em relação ao estado do sistema nacional de saúde. Enquanto o país pode oferecer cuidados de saúde de alta qualidade em torno de Amã, fora dela esta é bastante primitivas e serão capazes de oferecer somente cuidados rudimentares.
  • Dicas de viagem na Jordânia

    Enquanto a Jordânia tem a reputação de ser um lugar extremamente hospitaleiro, pode ser difícil saber como agir ou se comportar quando está em um novo país. É por esta razão que temos conselhos sobre leis e costumes locais que deve estar ciente.

    Existe um alto nível de ameaça de terrorismo na Jordânia devido ao aumento das tensões no Oriente Médio. Ataques terroristas podem ser indiscriminados, entretanto os lugares que são freqüentados por estrangeiros e turistas estão em mais risco do que o resto do país.

    Quando estiver na Jordânia, deve tomar precauções extras com a segurança pessoal. Apesar dos níveis de criminalidade em todo o país serem baixos há relatos recentes de crimes violentos, incluindo estupro e agressão sexual contra estrangeiros, especialmente do sexo feminino.

    Se você está planejando atravessar a fronteira da Jordânia em Israel ou no Iraque, fique atento o tempo todo. Esteja ciente de que os estrangeiros podem ter entrada no iraque recusada, e a passagem terrestre para Israel pode levar longas horas devido as leis severas. Não aconselhamos a utilização de serviços de taxi da Jordânia ao atravessar a fronteira. 

    O principal tipo de incidente em que cidadãos estrangeiros podem requerer assistência consular é com relação a doença. É aconselhável obter seguro médico extensivo na Jordânia antes de chegar.

    Devido a situação política no Oriente Médio, pode haver tumultos sociais. Você deve ficar atento aos meios de comunicação locais e estar alerta para qualquer mudança no pensamento político. Não se envolva em qualquer manifestação pública ou antagonize os cidadãos locais. Condições nas estradas da Jordânia são ruins. Há um elevado número de acidentes em todo o país, e você deve evitar sempre que possível dirigir um veículo particular se você não está acostumado com as condições de tráfico no país.

    A polícia e o exército fazem postos de controle aleatóreos em todo o país. Sempre tenha posse de documentos de identificação válido no caso de você encontrar um desses bloqueios.

    A Jordânia é um país muçulmano e portanto muitas das leis e costumes locais irão refletir as tradições islâmicas. Você deve respeitar as tradições islâmicas com sensibilidade, especialmente durante os feriados religiosos, como o Ramadã. Como a Jordânia é um país conservador você deve vestir e agir sem modéstia.

    A homossexualidade é ilegal na Jordânia portanto demonstrações públicas de afeto entre casais do mesmo sexo pode resultar em multas e penas de prisão a longo prazo. Estas mesmas penas são aplicáveis a qualquer pessoa condenada por posse ou tráfico de narcóticos e substâncias controladas.

    Enquanto os estrangeiros estão autorizados a praticar suas próprias religiões é altamente ilegal para qualquer um persuadir uma outra pessoa a coversão ao cristianismo. Um muçulmano que se converte ao cristianismo pode pegar a pena de morte.

    Se você pretende residir na Jordânia por um período de mais de 3 meses, seja como residente ou visitante, deve ter um teste de HIV. Se for testado positivo poderá ser mandado a deixar o país.

    Se deseja viajar para a Arábia Saudita ou a Síria vindo da Jordânia, deve obter o visto antes de chegar. Se o seu passaporte contém carimbos de imigração de Israel será negada a entrada na Arábia Saudita e na Síria mesmo se você tiver um visto válido.

    Para obter mais informações sobre viagens para a Jordânia, os planos de seguro de saúde internacional que podemos fornecer lá, ou para receber um orçamento gratuito, entre em contato conosco hoje.

 

For more information about Jordan, the international health insurance plans that we can offer there, or to receive a free quote, please contact one of our expert advisers today.