Download Insurance Handbooks
We created these handbooks to help you identify the key points when considering a health insurance policy. They cover a wide range of topics from 'Choosing the right plan', to 'Maternity' and 'Pre-existing' conditions. Please enter your Email address to gain access to our full library.
Download Now  Email Address

  Seguros de Saúde na Itália



Saúde na Itália é fornecido universalmente a todos os cidadãos italianos e residentes permanentes. O governo italiano considera a saúde como um direito fundamental de todos os cidadãos, e garante que o tratamento de alta qualidade seja fornecida através do “Servicio sanitaris Nazionale”, ou SSN. Todos os cidadãos e residentes permanentes são obrigados a registrar com o SSN (igual ao CPF), que assegura que todos no país são oferecidos um nível igualmente elevado de saúde, independentemente da etnia ou condição social.

Fundada em 1978, o SSN fornece cuidados de saúde de baixo custo para todos os moradores da Itália. A estrutura de saúde no país está previsto em 3 níveis diferentes, que são supervisionados pelo SNS. Cuidados de saúde local são supervisionados por médicos primários e hospitais, que são diretamente responsáveis para o tratamento de pacientes e supervisão dos cuidados de saúde de emergência. Estabelecimentos de saúde locais recebem um financiamento a nível regional, que é de responsabilidade do governo de estado. O governo regional avalia a qualidade do tratamento e da quantidade de pacientes que recebem atendimento em diferentes instalações e distribui o orçamento adequadamente. Todo o sistema é coordenado a nível nacional pelo Ministério da Saúde, que é responsável pela criação de um orçamento nacional de saúde e a criação de apólices de saúde.

Embora este sistema tenha funcionado desde a sua criação, ele tem recebido várias queixas em relação a sua eficácia. Demora no atendimento e um processo burocrático fizeram com que embora a qualidade do tratamento seja boa, haja um atraso de tempo grande entre o momento em que são recebidos no hospital até o recebimento de tratamento. No entanto, os benefícios que os trabalhadores italianos recebem (pagos em dinheiro, licença por doença, e remédios gratuitos) têm ajudado muitos cidadãos italianos a ignorar os problemas de tempo de espera e superlotação.

No entanto estrangeiros que chegam recentemente à Itália normalmente não são elegíveis para receber serviços de saúde pelo SSN e terão de pagar todo o tratamento. Isso muitas vezes é recebido com grande surpresa por estrangeiros na Itália, que pensavam que os serviços de saúde italiano eram de baixo custo ou gratuitos. A razão para isso é que muitos estrangeiros recém-chegados não têm os requisitos de residência italiano completados e portanto não são elegíveis para a cobertura do SSN, e por isso são obrigados a pagar por todos os serviços de saúde, que podem ser caros.

Existem duas opções aos estrangeiros recém-chegados para obterem um tratamento de saúde na Itália. O primeiro é usar um hospital público subsidiado pelo governo. Estas instalações são mais baratas que estabelecimentos privados, porém pacientes não cobertos pelo SSN ainda terão que lidar com as longas filas de espera, e várias papeladas. Apesar do custo ser menor, ainda assim não são baratas. A segunda opção é usar um hospital de alta qualidade particular, que tem um custo de tratamento similar ao dos EUA e de outros países caros. A vantagem de usar um hospital particular é que o tempo de espera é virtualmente eliminado, uma vez que estas instalações não são dependentes de subsídio do governo, e as burocracias são diminuidas.

A única maneira de assegurar que você tenha acesso aos cuidados de saúde de qualidade que você merece na Itália ou em qualquer outro lugar do mundo, é de adquirir um plano de seguro médico de qualidade. Seguros médicos na Itália irão te dar uma série de benefícios, incluindo cobertura de proteção para internação, o tratamento ambulatório e odontológico, de maternidade, e de evacuação de emergência. Embora os serviços de saúde italiano geralmente são de um nível extremamente elevado, é importante que você tenha a garantia de que não importa o que ocorra, você sempre terá o tratamento que você precisa.

SOBRE A ITÁLIA

Quando viajar para um país novo, pode ser bom saber algumas informações gerais sobre o país que você está visitando. Com isto em mente fornecemos algumas orientações gerais sobre a Itália abaixo.

Lembre-se que as informações contidas neste documento destina-se apenas como referência e está sujeita a alterações sem aviso prévio. Para obter informações atualizadas sobre a Itália, por favor consulte um especialista.

Nome Oficial: República italiano, ou simplesmente Itália.

Capital: A capital da Itália é Roma, uma das cidades mais antigas e continuamente habitadas do mundo. Evidências históricas mostra que Roma tem sido continuamente habitada desde o século 8 º a.c. por etruscos, romanos, e civilizações do renascimento italiano, que desempenharam um papel importante no desenvolvimento da civilização ocidental. Roma é também o lar do estado independente do Vaticano, o lar da Igreja Católica.

Localização : Localizado no centro-sul da Europa, a Itália é uma península que se estende em forma de uma bota para o Mar Mediterrâneo. Partes da Itália fazem fronteira terrestres com a Áustria, Eslovênia, Suíça, Mónaco, França e ainda reivindica duas ilhas da Sicília e da Sardenha no mediterrâneo.

Tamanho: Com um tamanho total de 301.230 km2 a Itália ocupa uma área pouco maior que o estado americano do Arizona. A Itália é o 78ª maior país do mundo em termos de tamanho total.

Clima: O clima italiano pode mudar radicalmente em todo o país. Regiões costeiras muitas vezes têm invernos suaves e verões secos, enquanto o norte experiência de um clima alpino, não muito diferente de Suíça e Áustria. Geralmente a melhor época para visitar a Itália é durante a primavera ou no outono, quando o tempo tende a ser seco e ensolarado.

População: Com uma população total de cerca de 58 milhões, a Itália tem a 25ª maior população do mundo. A população da Itália aumenta consideravelmente durante o verão quando milhões de turistas visitam o país; A época mais popular para se visitar ocorre durante os meses de verão, especialmente agosto.

Expectativa de vida no nascimento: Com esperança média de vida ao nascer de 79,94 anos, a Itália tem a 15ª maior expectativa de vida no mundo. Isto é principalmente devido a alta qualidade dos serviços sociais no país, e estudos recentes têm mostrado que a culinária mediterrânea saudável tem desempenhado um papel importante na saúde da população italiana.

Prevalência de HIV/AIDS: Aproximadamente 0,5% da população italiana está vivendo com AIDS. Em termos reais, isto é equivalente a aproximadamente 140.000 pessoas. A Itália está classivada em 73ª no mundo para taxa de AIDS.

Principais doenças: Como um país de primeiro mundo desenvolvido, risco de doenças na Itália é bastante limitada. As principais preocupações de saúde são as doenças sazonais, como a insolação no verão e a hipotermia no inverno. Atualmente existe um risco global de gripe das aves e todos os viajantes devem tomar as precauções adequadas.

Grupos étnicos: A Itália é uma sociedade bastante homogênea, com aproximadamente 95% da população sendo de etnia italiana. Os restantes 5% da população são de descendência européia, como o alemão, italiano, francês, italiano, esloveno, albanês, italiano e grego-italiano.

Idiomas: A língua oficial da Itália é o italiano, no entanto, devido a localização do país, várias outras línguas são faladas em todo o país. Línguas faladas na Itália incluem, italiano, alemão, francês e esloveno.

Religião: O Estado Independente da Cidade do Vaticano que é a sede da Igreja Católica fica localizado na Itália. Não é a toa que aproximadamente 90% de todos os italianos se identificam como sendo católicos (apenas um terço deste número ativamente freqüenta os serviços da igreja católica. Os restantes 10% da população italiano praticam uma variedade de religiões, como o cristianismo, judaísmo e islamismo.

Governo: A Itália é uma república, que é um sistema de governo pelo qual o povo de um país tem uma influência direta sobre o funcionamento global do país. Uma república é um tipo de governo sem um monarca como chefe de Estado. Normalmente o chefe de estado de uma república é chamado de presidente.

Chefe de Estado: Presidente Giorgio Napolitano é o líder do estado italiano.

Chefe de Governo: Primeiro-ministro Romano Prodi é o chefe do governo. Na Itália, o primeiro-ministro é também referido como o presidente do conselho de ministros.

Militarmento: A Itália tem uma força militar bastante avançada, onde gastam aproximadamente 1,8% do PIB total. Há cerca de 13 milhões de homens na Itália que atualmente estão aptos para o serviço militar.

Economia : A economia italiana é uma das mais fortes do mundo. Com o 7º maior PIB do mundo, atrás de países como os EUA, Reino Unido, França, China, Japão e Alemanha, a Itália provou que é um país moderno, com uma economia extremamente bem desenvolvida capitalista. Apesar do lento crescimento econômico e da dependência das importações (principalmente nas áreas de matérias-primas e energia), o governo italiano está fazendo reformas na legislação para ajudar o país a se tornar mais competitivo no mundo moderno.

Existem alguns problemas graves que a economia italiana enfrenta, incluindo altos impostos, um afluxo de imigrantes, e uma força de trabalho controlado pelos sindicatos. Todas estas contribuíram para uma desaceleração no crescimento do país. No entanto, com grandes investimentos estrangeiros e uma das indústrias mais fortes do turismo no mundo, a Itália está tentando mudar sua imagem moderada do Mediterrâneo para se tornar uma das economias mais competitivas do mundo.

PIB: Com um PPC (paridade de poder de compra) de USD $1,8 trillion dólares e um PIB real de USD $1,862 trillion dólares, a Itália é a 7ª maior economia do mundo.

 

  • Dicas de Viagem na Itália

    A Itália é um dos principais destinos turísticos do mundo, e embora a maioria das visitas são tranquilas, viajar para um país novo pode ser difícil, especialmente se não conhecer as leis e costumes locais. Em um esforço para ajudar você a melhor aproveitar a sua estadia na Itália, fornecemos algumas informações.

    As informações contidas nesta página destina-se apenas como referência e podem ser alteradas sem aviso prévio. Para informações mais atuais sobre viagens na Itália, consulte um especialista de viagens.

    Há atualmente uma ameaça global de terrorismo. Ataques na Itália podem ser indiscriminado e ocorrer a qualquer momento. As autoridades italianas acreditam que se ocorrer um ataque terrorista podem alvejar áreas turísticas e oficiais de alto nível. No caso de um ataque terrorista enquanto estiver no país, siga todas as direções e anúncios oficiais.


    Há uma grande chance de que uma greve trabalhista ocorra enquanto estiver no país, potencialmente afetando qualquer planos de viagem que tenha. Ouça as notícias locais para obter mais informações sobre greves de transportes e planeje sua viagem em conformidade.

    Há um baixo nível geral de criminalidade em toda a Itália. É importante notar que apesar disso há um elevado número de incidentes com cidadãos estrangeiros que necessitam de assistência consular para passaportes perdidos ou roubados. Tome cuidado em torno de ferroviárias, grandes aeroportos e nunca deixe seus pertences sem vigilância, e nunca viaje sozinho a noite.

    Se você deseja dirigir na Itália, deve possuir uma carteira de motorista da UE válida ou internacional. Dirigir sem autorização pode resultar em multa no ato ou prisão.

    Diferentes cidades italianas terão regras diferentes quanto ao comportamento do público. Estas normalmente estarão disponíveis após a chegada em hotéis/pousadas. Duas cidades com as mais rigorosas regras de conduta em lugares públicos são Florença e Veneza. Nessas cidades, as seguintes regras serão aplicadas:

    Jogar lixo em público irá resultar em uma multa no ato. Não faça isso.
    Não coma em pátios públicos, ou em degraus da igreja, isso irá resultar em uma multa.
    Não compre mercadorias piratas de vendedores ambulantes. O governo italiano está atualmente tomando medidas enérgicas contra os produtos do mercado negro, e compra desses produtos pode resultar em multa ou pena de prisão.

    Os cidadãos dos países membros da União Européia não precisam de visto para viajar para na Itália, mas deve possuir um passaporte válido. Os requisitos de entrada para outras nacionalidades podem ser diferentes, é recomendado que você verifique com o governo italiano antes da sua chegada sobre quais os documentos que irá precisar.

    Você deve garantir que seu passaporte é válido para a duração da sua estada na Itália. Se não for, então você pode ser negada a entrada na chegada.

    Atualmente, há uma ameaça do vírus Chikungunya na região de Emilia Romagna Ravenna. Por favor, tome todas as precauções devidas e consulte um profissional de saúde antes de viajar para esta região.

    A Itália está propensa a uma série de desastres naturais, alguns dos quais podem ocorrer enquanto você estiver no país. Terremotos, vulcões e inundações são todas grandes preocupações. Ouça a anúncios sobre catástrofes naturais na sua área, e siga todas as instruções oficiais.

    Para obter mais informações sobre a viagem para a Itália, os planos de seguro de saúde internacional que podemos fornecer lá, ou para receber um orçamento gratuito, entre em contato conosco hoje.

 

For more information about Italy, the international health insurance plans that we can offer there, or to receive a free quote, please contact one of our expert advisers today.